Amor, persistência e apoio

6 de janeiro de 2017 - 15:46

Casal em recuperação destaca importância de assistência especializada sobre drogas

Eles se conheceram, há dez anos, no mundo das drogas. Ricardo Soares e Vanessa Bessa perambulavam sem rumo pelo Centro de Fortaleza em busca de entorpecentes. Uma forte atração uniu o casal. Logo perceberam que o sentimento que nutriam e o apoio mútuo poderia proporcionar o abandono da adicção.

Mas, isso não foi suficiente. Foram anos de uma realidade de dor e sofrimento para eles e suas famílias. O amor resistia. Contudo, a droga minava a relação. Ricardo voltou para as ruas. Vanessa foi acolhida por parentes. A busca por drogas persistiu. Entre idas e vindas, os dois decidiram que queriam ficar juntos, escrevendo uma nova história.

O primeiro passo do casal seria abandonar de uma vez o consumo de entorpecentes. Ricardo e Vanessa precisavam de assistência profissional. A ajuda necessária foi recebida ao buscarem o Centro de Referência sobre Drogas (CRD) da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD). Os dois foram prontamente atendidos e encaminhados à Rede de Atenção Psicossocial (RAPS).

“Isso foi há quatro meses. Amigos que já haviam buscado ajuda no CRD fizeram a indicação da unidade pra gente. Fomos bem atendidos por especialistas no nosso problema, que fizeram o encaminhamento necessário para o local certo na rede de saúde. A partir daí, tudo mudou. A gente sabe que é difícil vencer as drogas, mas tava decidido a mudar de vida. A ajuda profissional foi fundamental. O suporte do Estado e a nossa força de vontade estão dando resultado. A gente tá limpo há quase quatro meses e tem vindo à SPD para manter o vínculo, além de frequentar os Narcóticos Anônimos”, conta Ricardo.

casal2“Nossa vida mudou e vai ficar ainda melhor”, avalia Vanessa. O companheiro ainda está desempregado, mas ela acredita que ele logo conseguirá uma colocação no mercado de trabalho. “Ele é um ótimo garçom”, assegura. Enquanto isso não acontece, Vanessa diz que “segura a barra”, atuando como vendedora autônoma. A alegria do casal é ainda maior, pois espera o primeiro filho. Vítor Lucca chega em abril. Ricardo já é pai de dois filhos, frutos de outros relacionamentos. Vanessa também tem um filho de outra relação.

O casal agradece o apoio profissional viabilizado pela SPD e promete não cair na tentação das drogas. “Ao contrário. Queremos passar nossa experiência para mais pessoas que sofrem com drogas e precisam de ajuda. A receita é amor, vontade, persistência e ajuda profissional. Sem isso, não dá pra deixar a adicção”, garantem Ricardo e Vanessa. Para eles, a vida nova, longe das drogas, já começou.

CRD

Principal espaço de acolhimento da SPD, o CRD completou, recentemente, dois anos de pleno funcionamento. No equipamento, dependentes químicos e seus familiares são acolhidos e orientados sobre prevenção, tratamento e reinserção social e profissional. O atendimento é totalmente gratuito, não sendo necessário agendamento. O CRD funciona no andar térreo da sede da SPD e tem correspondido à procura crescente pelos serviços por pessoas com problemas relacionados ao uso de álcool e outras drogas. Hoje, são realizados cerca de 450 atendimentos presenciais/mês.

O primeiro procedimento é a identificação biométrica do usuário. Em seguida, este é encaminhado para atendimento especializado por parte de um psicólogo ou enfermeiro. A partir da identificação do perfil do usuário pelo profissional, é feito o encaminhamento para um dos equipamentos que integram a Rede de Atenção Psicossocial (Raps), Rede Sistema Único de Assistência Social (Suas) ou rede de apoio. Quando o profissional avalia que o usuário precisa ser acolhido, realiza o encaminhamento para uma comunidade terapêutica, com vaga regulada pelo Sistema Acolhe Ceará.

Além do atendimento presencial no CRD, o público também pode obter informações/orientações profissionais através do telefone 0800.2751475. Outra opção disponibilizada é o atendimento através de uma unidade móvel, que leva os serviços do Centro para as diversas localidades cearenses.

Fernando Brito
Repórter

Daniela Negreiros
Assessora de Comunicação da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD)
(85) 3238.5090 / 98902.7939 – comunicacao@spd.ce.gov.br / daniela.negreiros@spd.ce.gov.br

www.spd.ce.gov.br
Facebook: spdceara
Twitter: @spdceara