SPD conclui terceiro ciclo de monitoramento de comunidades terapêuticas

25 de julho de 2017 - 13:37

Até o final de 2017, outros três ciclos ainda serão realizados

A Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD) encerra, na próxima sexta-feira, 28, o terceiro ciclo de monitoramento de 2017 nas Comunidades Terapêuticas (CTs) que prestam serviços à pasta, bem como à Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad). As instituições realizam o acolhimento de pessoas com problemas relacionados ao uso ou abuso de álcool e outras drogas.

O monitoramento teve início no último dia 5 deste mês e está sendo efetivado por técnicas da Coordenadoria de Políticas sobre Drogas (Copod) da SPD. Atualmente, 17 CTs prestam serviços à Secretaria e à Senad no Ceará, com a oferta de 393 vagas. O trabalho envolve a avaliação das condições oferecidas pelas instituições para o acolhimento dos usuários encaminhados. São avaliados itens como higiene, alimentação, oferta de atividades de autocuidado e outros.

As comunidades terapêuticas constituem-se em espaços voltados a pessoas que necessitam de um local protegido, em ambiente residencial, para auxiliar na recuperação da dependência às drogas. O tempo de permanência varia de seis a oito meses, dependendo da avaliação de cada indivíduo por profissional da rede de atenção psicossocial. O acolhimento é voluntário e custeado por recursos públicos.

A secretária Especial de Políticas sobre Drogas, Aline Bezerra Câncio, reforça que o monitoramento visa assegurar o atendimento adequado aos acolhidos nas unidades prestadoras de serviço. Até o final de 2017, serão realizados mais três ciclos de monitoramento, perfazendo um total de seis no ano.

Fernando Brito
Assessoria de Comunicação da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD)
(85) 3238.5090 / 99910.3443 – comunicacao@spd.ce.gov.br / fernando.brito@spd.ce.gov.br

www.spd.ce.gov.br
Facebook: spdceara
Twitter: @spdceara