Planejamento 2017: equipe do Projeto Corre Pra Vida se reúne

4 de agosto de 2017 - 17:25

Com a retomada das atividades do Corre Pra Vida, este mês, por parte da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD), a equipe do projeto busca organizar as ações a serem desenvolvidas até o final de 2017. O objetivo é aprimorar o atendimento a ser oferecido à população em situação de rua ou em outros contextos de vulnerabilidade social que faz uso de drogas.

Com esse intuito, a Coordenadoria de Políticas sobre Drogas (Copod) da SPD reuniu os profissionais que atuam no Corre Pra Vida em encontro de planejamento. O evento aconteceu na manhã desta sexta-feira, 4, no auditório da Secretaria. A titular da Copod, Alessandra Pimentel, participou das discussões.

Na oportunidade, os participantes abordaram temas como territorialização, parcerias, metas de atendimento, ações conjuntas com órgãos e entidades congêneres, acompanhamento de beneficiários e outros. Alessandra Pimentel destacou o engajamento da equipe do Projeto Corre Pra Vida na tarefa de resgatar a cidadania para significativa parcela da população de rua de Fortaleza.

O encontro na SPD envolveu, ainda, a realização de roda de conversa sobre redução de danos. Articulada pelo redutor de danos Rogério Almeida, a atividade proporcionou o esclarecimento de dúvidas sobre a redução de danos. Trata-se de uma abordagem ao fenômeno das drogas que visa minimizar danos sociais e à saúde associados ao uso de substâncias psicoativas.

corre - planeja - ago-2017 6Rogério Almeida fez um breve histórico da redução de danos no Brasil, lembrando que as estratégias são voltadas para qualquer cidadão, desde aquele que ainda não experimentou drogas até aquele com uso problemático. Entretanto, geralmente, as abordagens têm como prioridade populações em contextos de vulnerabilidade. A redução de danos prioriza a promoção do auto-cuidado com a saúde e de estende à busca dos direitos de cidadão pelo usuário.

A equipe do Projeto Corre Pra Vida está em campo, diariamente, percorrendo locais de uso de drogas e de acesso por parte da população em situação de rua, com ênfase na redução de danos, cuidados com a saúde e garantia dos direitos. Neste momento, também ocorre a escuta de beneficiários que circulam pelo Centro de Fortaleza para a definição do novo local de instalação do contêiner do projeto. Anteriormente, o equipamento funcionava na área denominada de Oitão Preto, junto à Santa Casa de Misericórdia.

Enquanto o contêiner passa por reforma e não ocorre a definição do novo local do equipamento, a equipe do Corre Pra Vida vem atuando em pontos variados de Fortaleza, contando com a estrutura da unidade móvel do projeto.

A secretária Especial de Políticas sobre Drogas, Aline Bezerra Câncio, enfatiza a importância do Projeto Corre Pra Vida para o resgate da auto-estima das pessoas em situação de rua, sobretudo aquelas que fazem uso problemático de drogas, além de ampliar as possibilidades de vida através da promoção e acesso à saúde e aos direitos individuais e coletivos. A titular da SPD lembra que, ao longo de 2016, o projeto viabilizou mais de 40 mil atendimentos.

Fernando Brito
Assessoria de Comunicação da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD)
(85) 3238.5090 | 99910.3443 – comunicacao@spd.ce.gov.br / fernando.brito@spd.ce.gov.br

www.spd.ce.gov.br
Facebook: spdceara
Twitter: @spdceara