Vivência biocêntrica beneficia pessoas em situação de rua

8 de novembro de 2017 - 12:45

Iniciativa é efetivada no âmbito do projeto Corre Pra Vida

Profissionais da ONG Idesq, que executam o projeto Corre Pra Vida da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD), estão desenvolvendo importante iniciativa voltada para a população em situação de rua de Fortaleza, em especial dependentes químicos.

Trata-se da vivência biocêntrica, em que utiliza-se o recurso da música, do movimento corporal e do encontro humano como propostas de integração corporal e grupal. A afetividade é o eixo central, visando a recuperação dos valores humanos saudáveis em prol de uma transformação social. Os encontros acontecem no Centro Pop, no Centro da capital.

A mais recente vivência aconteceu na manhã da terça-feira, 7, tendo como tema “Quem sou eu quando ninguém está me olhando”. O assunto foi uma escolha da própria população em situação de rua participante do encontro.

A atividade foi iniciada com um momento de acolhimento, seguido de apresentação do documentário “Homens Invisíveis”. Posteriormente, ocorreu um diálogo através de atividades expressivas, onde os participantes relataram suas vivências de rua e o rompimento dos vínculos familiares.

O encontro foi finalizado com uma roda de celebração, relatada pelos beneficiados como um momento de fortalecimento de vínculos, resgate da história de vida e um sentimento de gratidão pela vida.

As vivências ocorrem, quinzenalmente, no Centro Pop (Centro). A ideia é trabalhar a redução dos danos sociais e o resgate dos núcleos afetivos da população em situação de rua. O próximo momento será realizado no dia 21 deste mês, com a temática “Preconceito”, também escolhida pelos beneficiários.

Fernando Brito
Assessoria de Comunicação da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD)
(85) 3238.5090 / 99910.3443 – comunicacao@spd.ce.gov.br / fernando.brito@spd.ce.gov.br

www.spd.ce.gov.br
Facebook: spdceara
Twitter: @spdceara