A importância de abraçar novas oportunidades

16 de janeiro de 2018 - 18:10

Adicto conta trajetória para a retomada da vida sem drogas

“Eu agarrei uma nova oportunidade em minha vida e não vou recuar. Minha meta é conseguir, em breve, uma colocação no mercado de trabalho formal. Se não for possível, vou seguir trabalhando por conta própria e, assim, trilhando um novo caminho, inclusive ajudando outras pessoas a superar o vício das drogas por meio de ações voluntárias”.

O depoimento emocionado é de Ademilton Raulino de Oliveira, de 36 anos. Ele concluiu, há pouco, o período de acolhimento na Comunidade Terapêutica (CT) Nova Vida (Associação Moradores do Bairro Henrique Jorge), em Aquiraz. Na instituição, participou de curso gratuito de cabeleireiro e recebeu certificado e kit de equipamentos básicos para seguir na nova profissão.

A capacitação foi ofertada pela Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD), através do Projeto Criando Oportunidades, viabilizado graças a parceria firmada com a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS). Voltada para a qualificação profissional de usuários de drogas para o mercado de trabalho, a iniciativa beneficiou, em 2017, um total de 160 acolhidos em comunidades terapêuticas que prestam serviço à SPD.

Com o certificado e o kit básico em mão, Ademilton não perdeu tempo ao deixar a CT e tem trabalhado como cabeleireiro, atendendo clientes em sua residência, no bairro Nossa Senhora das Graças, em Fortaleza; ou em domicílio.

“A iniciativa de cortar cabelos, preferencialmente em domicílio, vem dando certo. Aos poucos, o serviço está ficando conhecido. As clientes vão observando a qualidade do trabalho e indicam pra outras pessoas. Estou me sentindo feliz. Tenho mostrado meu valor, minha capacidade de recomeçar e seguir longe das drogas”, conta Ademilton. Ele assegura que o aprendizado não foi em vão.

“O Projeto Criando Oportunidades foi muito importante pra mim. Vou honrar o certificado que obtive e refazer minha vida. Hoje, nem sei explicar a felicidade que sinto ao ver o resultado do meu trabalho e a felicidade nos olhos das clientes ao se olharem no espelho. Isso me dá forças pra seguir em frente, mantendo uma vida saudável e produtiva”, destaca.

Ademilton 35Ademilton vê dificuldades para a retomada da rotina de vida pelo adicto quando do retorno ao lar. “Daí, ser comum voltar ao consumo abusivo de drogas. Entendo que a qualificação proporciona ocupação durante o tempo de acolhimento e garante a atuação no mercado de trabalho formal ou informal após a saída da instituição. Eu estou seguindo esse caminho e vou vencer”, avalia, ressaltando o Projeto Criando Oportunidades. “Trata-se de uma porta que se abre para o dependente químico retomar sua vida”.

O contato de Ademilton com as drogas começou em 2002. Muito jovem, foi levado por amigos a experimentar maconha. Rapidamente, conheceu a cocaína e, em seguida, o crack. Então casado, viu ruir sua união. Por duas vezes, buscou ajuda profissional e deixou as drogas de lado. Chegou a retomar o casamento e tornou-se pai de duas meninas. Mas, voltou a consumir drogas de forma abusiva. Seu relacionamento findou de vez.

Em maio de 2017, Ademilton conheceu o Centro de Referência sobre Drogas (CRD) da SPD. Após passar por avaliação profissional, foi encaminhado para a CT Nova Vida, em Aquiraz. Ali, realizou o curso de cabeleireiro pelo Projeto Criando Oportunidades. O aprendizado e o tratamento da dependência com apoio profissional e dos demais acolhidos foram entremeados com a busca de conhecimentos sobre a dependência química, através de intensa leitura.

“A dependência química é crônica, progressiva e fatal. Dia a dia, eu tenho superado esse desafio e quero levar minha experiência para as pessoas que precisam porque a informação é a principal forma de prevenção. Para os que já enfrentam esse mal, quero mostrar minha trajetória e apontar que ajuda profissional, vontade e persistência são os caminhos para ficar longe das drogas”, reforça Ademilton.

A reinserção social e profissional para pessoas em tratamento da dependência química é um dos eixos de atuação da SPD, constituindo-se na última etapa da terapia e determinante na recuperação integral do usuário de drogas em tratamento.

Fernando Brito / Daniela Negreiros
Assessoria de Comunicação da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD)
(85) 3238.5090 / 99910.3443 – comunicacao@spd.ce.gov.br / fernando.brito@spd.ce.gov.br / daniela.negreiros@spd.ce.gov.br

www.spd.ce.gov.br
Facebook: spdceara
Twitter: @spdceara