Aprendizado e convivência que superaram preconceitos

20 de fevereiro de 2018 - 12:27

Projeto Novas Escolhas beneficiou circunvizinhança de comunidades terapêuticas

Donas de casa, elas sempre sonharam em ampliar o orçamento doméstico, realizando uma atividade lucrativa em suas próprias casas. Por outro lado, mesmo residindo próximas a uma comunidade terapêutica, jamais imaginaram frequentar uma instituição de acolhimento de usuários de drogas para obter algum aprendizado, além de conviver com mulheres em tratamento da dependência química.

A experiência foi vivenciada por Maria do Socorro Silva, 37; Tereza Olímpio, 33; e Mayara Silva, 28. Moradoras das proximidades da CT Vida Manará, no município do Eusébio, elas tiveram a oportunidade de integrar o grupo de mulheres contempladas com curso de cabeleireira. A capacitação gratuita foi viabilizada através do Projeto Novas Escolhas, desenvolvido pela Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD).

O projeto contemplou acolhidas na CT Vida Manará e ampliou sua abrangência para mulheres residentes na circunvizinhança, que buscavam aprender um ofício que pudesse contribuir para o aumento da renda familiar. Maria do Socorro, Tereza e Mayra não perderam a oportunidade. Hoje, exibem, com orgulho, o certificado de conclusão do curso de cabeleireira e já realizam pequenos trabalhos, o que tem aumentado a renda mensal.

O certificado de cabeleireira foi o primeiro na vida das donas de casa. “Eu não tinha nenhuma formação profissional. Agora, tenho orgulho de dizer que sou cabeleireira”, conta Maria do Socorro. Tereza e Mayara vivem a mesma realidade da colega de curso. O trio comemora o aprendizado e a renda extra que estão obtendo mês a mês.

Mas, o Projeto Novas Escolhas não proporcionou apenas capacitação às donas de casa. Para elas, foi uma intensa experiência o convívio diário com as acolhidas na CT durante o período das aulas. “Fomos muito bem recebidas na instituição. Fizemos novas amizades, abrimos horizontes, quebramos tabus e preconceitos com relação a pessoas que sofrem com a dependência química”, relatam, lembrando a troca de conhecimentos e vivências.

trio2“Essas amizades ficarão para sempre”, avaliam as donas de casa e, agora, também cabeleireiras. Elas garantem que quaisquer preconceitos que tinham em relação a dependentes químicos foram dissipados a partir da convivência e torcem pela recuperação das colegas acolhidas na CT e pelo sucesso delas na profissão recém-aprendida. “Nós estamos colhendo os frutos do aprendizado e elas poderão fazer o mesmo quando concluírem o período de acolhimento na comunidade”, ressaltam.

Na primeira edição do Projeto Novas Escolhas, em 2017, a SPD proporcionou 20 cursos de qualificação profissional em 18 CTs que prestam serviço à pasta, beneficiando cerca de 400 pessoas. Todos os formandos receberam certificado e kit com equipamentos básicos para darem os primeiros passos na nova profissão.

Fernando Brito / Daniela Negreiros
Assessoria de Comunicação da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD)
(85) 3238.5090 / 99910.3443 – comunicacao@spd.ce.gov.br / daniela.negreiros@spd.ce.gov.br / fernando.brito@spd.ce.gov.br

www.spd.ce.gov.br
Facebook: spdceara
Twitter: @spdceara