Manhã de Cidadania

28 de maio de 2018 - 15:19 # # # # # #

Fernando Brito - Assessoria de Comunicação - (85) 3238.5090 / 9.9910.3443
comunicacao@spd.ce.gov.br / fernando.brito@spd.ce.gov.br

Contêiner do projeto Corre Pra Vida

Iniciativa integra programação do Seminário “População em Situação de Rua e Catadores de Resíduos: (in)visibilidades e cidadania nas ruas de Fortaleza”.

Um manhã de cidadania voltada para catadores de resíduos e pessoas em situação de rua de Fortaleza, nesta terça-feira, 29, será o ponto alto do segundo dia do Seminário “População em Situação de Rua e Catadores de Resíduos: (in)visibilidades e cidadania nas ruas de Fortaleza”.

As atividades serão ofertadas no contêiner do Projeto Corre Pra Vida da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD), no Centro de Fortaleza, junto à Santa Casa de Misericórdia. A programação será iniciada às 8 horas, prosseguindo até às 11 horas. Serão oferecidos diversos serviços gratuitos aos beneficiários, a exemplo de atendimentos de saúde, orientação jurídica, informações sobre prevenção às drogas e atividades culturais.

O contêiner do “Corre Pra Vida” funciona como ponto de acolhimento e abordagem para a população em situação de vulnerabilidade social, sobretudo por conta do uso abusivo de drogas. Desde a implantaçãao, em 2015, o projeto já realizou mais de 80 mil atendimentos.

No primeiro dia do seminário, nesta segunda-feira, 28, a principal atividade foi a mesa-redonda “O Estado frente à problemática das pessoas em situação de rua e dos catadores de resíduos”. A atividade aconteceu esta manhã, no auditório da Universidade de Fortaleza (Unifor), com a participação do secretário Especial de Políticas sobre Drogas, Will Almeida.

Na oportunidade, o titular da SPD destacou o trabalho de acolhimento e orientação para pessoas em situação de rua realizado pela Secretaria através do Projeto Corre Pra Rua. No contêiner do projeto, equipe de profissionais interdisciplinares e redutores de danos acolhe as demandas dos usuários, realiza atendimentos psicossociais e faz os encaminhamentos necessários aos serviços de saúde e da rede sócio-assistencial, respeitando desejos e limites dos beneficiários e garantindo seus direitos.

Seminário na Unifor

Ainda em sua fala, o secretário reforçou o anúncio da instalação de dois novos contêineres do Projeto Corre Pra Vida em Fortaleza, nos bairros Messejana e Siqueira, ampliando o número de beneficiários e a oferta de serviços. A ideia é realizar cerca de 10 mil atendimentos/mês nos três equipamentos da SPD.

Também participaram das discussões nesta segunda-feira, o secretário dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social de Fortaleza, Elpídio Nogueira; e a vereadora Larissa Gaspar, integrante da Frente Parlamentar em Defesa da Cidadania da População em Situação de Rua.

Em outros momentos do seminário, foram ouvidos a diretora presidente da Rede de Catadores de Resíduos Sólidos Recicláveis do Ceará, Liliam Teixeira dos Santos; e Tiago José dos Santos Matias, representante de pessoas em situação de rua. Ambos abordaram as dificuldades enfrentadas pelos grupos que representam e suas principais demandas, que são oportunidades de trabalho e moradia.

O seminário foi viabilizado graças a parceria firmada entre a SPD e o Programa de Pós-Graduação em Direito da Unifor, por meio do Núcleo de Estudos sobre Direito do Trabalho e Seguridade Social (NEDTS), juntamente com o Centro de Ciências Jurídicas (CCJ). A ideia é gerar maior visibilidade sobre os catadores de resíduos e pessoas em situação de rua, dar voz a esses grupos sociais e estimular o investimento em novas políticas públicas relacionadas aos desafios que enfrentam.