Edição 2018 é lançado em Fortaleza

30 de junho de 2018 - 13:25 # # # #

Fernando Brito - Assessoria de Comunicação - (85) 3238.5090 / 9.9910.3443
comunicacao@spd.ce.gov.br / fernando.brito@spd.ce.gov.br

Programa de prevenção contemplará 30 mil estudantes do ensino médio de escolas da rede pública estadual

Jovens tomados de entusiasmo e ansiosos para desenvolver todas as ações que envolvem o ‘Juventude em Ação’ participaram do lançamento do programa de valorização da vida e prevenção às drogas na Escola de Ensino Fundamental e Médio (EEFM) José Bezerra de Menezes, no bairro Antonio Bezerra, em Fortaleza. O evento foi realizado na tarde desta sexta-feira, 29, com efetiva participação da comunidade escolar. Cerca de 500 estudantes do ensino médio serão beneficiados.

Com uma série de apresentações artísticas, os alunos da EEFM José Bezerra de Menezes demonstraram seu contentamento com o novo aprendizado que chega à unidade escolar. A avaliação dos jovens é de que o programa JA proporcionará interação e impulsionará a competitividade sadia, além da discussão democrática e o conhecimento mais amplo sobre a prevenção às drogas.

Divididos em equipes, os estudantes capricharam na criatividade e animação durante as apresentações, tendo como foco o tema “prevenção às drogas”. A aluna Ana Maria ressalta a oportunidade de realizar atividades em grupo em prol do aprendizado de um assunto importante para toda a vida. “É sempre importante aprender mais, principalmente sobre assuntos polêmicos e que podem influenciar diretamente na nossa saúde, no nosso futuro, na nossa vida”.

O professor Cysne Sales é o diretor da escola. Ele avalia a prevenção às drogas como fundamental nos estabelecimentos de ensino. “Nós recebemos o convite para participar do Juventude em Ação e topamos prontamente”. Sales destaca que o programa poderá amenizar os impactos da violência urbana a partir da valorização da vida por parte dos alunos.

Anderson Duarte é professor de história na EEFM José Bezerra de Menezes. Para o docente, havia a necessidade por parte dos alunos de trabalharem o tema drogas e as formas de prevenção. “O Juventude em Ação chegou uma boa hora para a nossa escola. É importante discutir a questão das drogas e tornar os jovens protagonistas nessa discussão e não apenas expectadores. O lançamento do JA, com diversas apresentações, demonstra esse engajamento. Sem dúvida, o projeto será substancial para a vida desses alunos”.

O Ceará foi o primeiro Estado brasileiro a implantar um programa de prevenção às drogas voltado diretamente para jovens do ensino médio. A iniciativa da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD) chega à quarta edição em 2018. A ideia é difundir informações sobre prevenção para afastar os jovens das substâncias psicotrópicas, a valorização da vida e dos hábitos saudáveis e a superação de preconceitos contra os usuários, entre outros benefícios.

O programa Juventude em Ação engloba uma série de ações que incluem, num primeiro momento, a aplicação do jogo ‘Na Trilha da Prevenção’ e culmina com a realização de gincana cultural, oficinas de capacitação, rodas de conversa, exposição artística, entre outras atividades, com direito a troféus e prêmios aos integrantes das equipes vencedoras em cada escola.

Os benefícios do programa são multiplicados para estabelecimentos de ensino da circunvizinhança graças à formação de grupos de jovens voluntários, que são capacitados para a aplicação do jogo ‘Na Trilha da Prevenção’ e seus desdobramentos igualmente em comunidades de zonas urbanas e rurais.

O secretário Especial de Políticas sobre Drogas, Will Almeida, destaca: “o foco da Secretaria é alcançar a redução, ainda mais significativa, do número de usuários de substâncias psicotrópicas entre os jovens, bem como fortalecer os laços familiares e comunitários”. O gestor reforça: “a ampliação de conhecimentos científicos e éticos sobre o álcool e outras drogas, articulados com a vida cotidiana, por parte dos jovens, contribui, diretamente, em prol da valorização da vida e o afastamento das drogas”.

Abrangência

Em sua quarta edição, o JA será desenvolvido em 50 escolas de ensino médio distribuídas em 17 municípios cearenses, beneficiando cerca de 30 mil estudantes. Este ano, o programa passa a integrar a Política de Desenvolvimento de Competências Socioemocionais do Governo do Ceará, iniciativa coordenada pela Secretaria de Educação do Estado (Seduc). A parceria entre as secretarias permitiu a expansão do programa para as diferentes regiões administrativas do Ceará.

Foram selecionados os seguintes municípios para a edição 2018: Fortaleza, Itapiúna, São Gonçalo do Amarante, Eusébio, Quixadá, Juazeiro do Norte, Crato, Nova Olinda, Sobral, Tianguá, Ubajara, Guaraciaba do Norte, Pacatuba, Guaiuba, Iguatu, Acopiara e Canindé. No período 2015–2017, o JA percorreu 27 cidades e 55 escolas, beneficiando em torno de 45 mil estudantes.

Recentemente, o JA obteve reconhecimento nacional foi classificado em segundo lugar em território nacional na seleção de experiências inovadoras do 3º Laboratório de Inovação em Saúde de Adolescentes e Jovens do Ministério da Saúde e Organização Pan-americana da Saúde (Opas).