SPD inicia segunda etapa do Projeto Novas Escolhas e beneficia 200 acolhidos em CTs

14 de dezembro de 2018 - 12:45 #

Fernando Brito - Assessoria de Comunicação - (85) 3238.5090 / 9.9910.3443
comunicacao@spd.ce.gov.br / fernando.brito@spd.ce.gov.br

A Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD) iniciou nova etapa da segunda edição do Projeto Novas Escolhas. A iniciativa é efetivada através da oferta de cursos profissionalizantes gratuitos para acolhidos em Comunidades Terapêuticas (CTs) que prestam serviço à pasta.

A nova fase envolve a oferta de cursos a 200 acolhidos em 10 CTs localizadas no Cariri, Sertão Central e Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Os cursos disponibilizados são os seguintes: mecânica de motos, bombeiro hidráulico, eletricista predial e pintura e textura em parede.

As aulas estão sendo ministradas por profissionais da Agência de Desenvolvimento Econômico e Social (ADES), num total de 100 horas/aula. A instituição é qualificada para executar políticas públicas nas áreas do trabalho e de empreendedorismo. O aprendizado tem o acompanhamento da Coordenadoria de Políticas sobre Drogas (Copod) da SPD.

Ao final dos cursos, os alunos receberão certificado de conclusão e kit contendo equipamentos básicos para que possam dar os primeiros passos na nova profissão em que foram capacitados.

De acordo com o secretário Especial de Políticas sobre Drogas, Will Almeida, o Projeto Novas Escolhas está inserido no eixo da reinserção social e profissional de usuários de drogas, efetivado pela SPD. “A ideia é proporcionar o aprendizado de uma profissão e, para muitos dos beneficiados, o primeiro curso na vida com direito a receber um certificado. O aprendizado de uma profissão é uma chance de recomeço da vida para o dependente químico ao concluir o período de acolhimento”, afirma.

O titular da SPD ressalta que a segunda edição do Projeto Novas Escolhas alcançará, ao todo, 400 acolhidos em CTS. A definição dos cursos ofertados no projeto ocorreu a partir da escuta dos beneficiários, bem como a realização de pesquisa sobre ofícios que apresentam significativa demanda por profissionais especializados para o mercado de trabalho.

Will Almeida destaca que a qualificação para o mercado é fundamental para a reinserção social e profissional dos usuários de drogas após o término do período de acolhimento e se constitui na última etapa da terapia, sendo determinante na recuperação integral.